Devaneios


Histórico:

- 09/04/2006 a 15/04/2006
- 02/04/2006 a 08/04/2006
- 26/03/2006 a 01/04/2006
- 19/03/2006 a 25/03/2006
- 12/03/2006 a 18/03/2006
- 05/03/2006 a 11/03/2006
- 19/02/2006 a 25/02/2006
- 12/02/2006 a 18/02/2006
- 05/02/2006 a 11/02/2006
- 29/01/2006 a 04/02/2006
- 22/01/2006 a 28/01/2006
- 15/01/2006 a 21/01/2006
- 08/01/2006 a 14/01/2006
- 01/01/2006 a 07/01/2006
- 25/12/2005 a 31/12/2005
- 18/12/2005 a 24/12/2005
- 11/12/2005 a 17/12/2005
- 04/12/2005 a 10/12/2005
- 20/11/2005 a 26/11/2005
- 13/11/2005 a 19/11/2005
- 06/11/2005 a 12/11/2005
- 30/10/2005 a 05/11/2005
- 23/10/2005 a 29/10/2005
- 16/10/2005 a 22/10/2005
- 09/10/2005 a 15/10/2005
- 02/10/2005 a 08/10/2005
- 25/09/2005 a 01/10/2005
- 18/09/2005 a 24/09/2005
- 11/09/2005 a 17/09/2005
- 04/09/2005 a 10/09/2005
- 28/08/2005 a 03/09/2005
- 21/08/2005 a 27/08/2005
- 14/08/2005 a 20/08/2005
- 07/08/2005 a 13/08/2005
- 31/07/2005 a 06/08/2005
- 24/07/2005 a 30/07/2005
- 17/07/2005 a 23/07/2005
- 10/07/2005 a 16/07/2005
- 03/07/2005 a 09/07/2005
- 26/06/2005 a 02/07/2005
- 19/06/2005 a 25/06/2005
- 12/06/2005 a 18/06/2005
- 05/06/2005 a 11/06/2005
- 29/05/2005 a 04/06/2005
- 22/05/2005 a 28/05/2005
- 15/05/2005 a 21/05/2005
- 08/05/2005 a 14/05/2005
- 24/04/2005 a 30/04/2005
- 10/04/2005 a 16/04/2005
- 03/04/2005 a 09/04/2005
- 27/03/2005 a 02/04/2005
- 20/03/2005 a 26/03/2005



Outros sites:

- Instante Anterior (por Bruno Medina)
- Blog de Meninas (por Lady Clementine)
- Kardía (por Rodrigo Cardia)
- Cataclisma 14 (por vários)
- O Homem Que Brinca (por Lucas)
- Eu, o Zé e os Cara



Indique esse Blog


Contador:

Layout:




Site recomendado

A Internet tem de tudo, isso todo mundo sabe. Mas mesmo assim não deixam de ser surpreendentes algumas coisas que a gente acha na rede. O Uncyclopedia é um site que se preza pelo non-sense. É uma espécie de Wikipedia, mas só com informações bizarras. É bem legal de dar uma olhada quando a gente não tem o que fazer (aliás, parece que eles também não têm nada para fazer...). Tente esses links:

Definição sobre Brasil (em português)

Definição sobre Brasil (em inglês - é diferente)

Definição sobre Eu (em português)

Definição sobre Jesus (em português)

Chupado do surra.



- Postado por: Júnior às 19h48
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




VEJA bem...

Na maioria das vezes em que estou lendo a Veja, penso se não estou de marcação com essa tão conceituada revista semanal. Mas, a cada edição que leio (e faço questão de lê-la semanalmente) tenho mais certeza de que não estou ficando louco nem paranóico. Cada vez mais fica claro para mim a intenção por trás de cada reportagem ou crônica que decoram a revista. Veja (sem trocadilho) a edição da semana passada:

Reportagem de duas páginas sobre os tumultos na França, causados por mais de um milhão de pessoas que saíram às ruas para protestar contra a Lei do Primeiro Emprego, que dá para as empresas o direito de contratar jovens de até 26 anos por um período de dois anos sem vínculo empregatício algum (só paga o salário e olhe lá). O texto diz que, enquanto uma minoria (?) protesta contra algo que deveria ser institucionalizado (já que os Estados perdem muito dinheiro com gastos sociais), a maioria da população francesa trabalha quietinha e eficiente, pagando seus impostos e sendo bons cidadãos. Ao lado da reportagem, um quadro comparativo com as "regalias" da França e as do Brasil, que segundo a Veja são absurdas. Ainda segundo a revista, a CLT deveria ser modificada para desonerar o país. Afinal, pra que férias?

Crítica do filme "V de Vingança". Título da reportagem: "B de Besteira". São três páginas falando mal do filme porque o herói é um terrorista que luta contra as injustiças do neo-capitalismo inglês. Como o filme é uma adaptação de uma série em quadrinhos que criticava abertamente o governo Tachter, a Veja usa dois parágrafos para defender esse governo, dizendo que ele fez com que os ingleses parassem de se escorar no governo britânico e começassem a se virar por conta. A revista ainda tem tempo e espaço para colocar que foram anos de utopia marxista que fizeram com que alguns acreditassem que todos os males do mundo são causados pelo capitalismo. Daí cita filmes que criticam o capitalismo atual (Syriana, etc.) e diz que alguns cineastas de hollywood ainda acreditam nessa utopia. Ah, e durante a crítica, em todas as suas três páginas, nenhuma, eu disse NENHUMA menção à atuação, direção, fotografia, etc.

E eu só li três coisas nessa edição: as duas acima citadas e uma reportagem sobre o Tim Maia! Ou seja, 2/3 do que eu li estava infectado com propaganda explícita pró-neoliberalismo!! Em todas as edições eles deixam claro como o trabalhador (que paga impostos para ter saúde, educação e também direitos trabalhistas) pesa o bolso dos países, e que a única solução é cortar cada vez mais os seus direitos (e não os impostos). Além disso, não há alternativa possível para uma mudança: em primeiro lugar porque qualquer coisa que lembre "socialismo", "social", etc., está fadado ao fracasso, e em segundo lugar porque não precisamos de mudanças. Afinal, o capitalismo já nos dá tudo o que precisamos. Se você não tem ainda é porque não se esforçou o suficiente.

Por tudo isso, peço encarecidamente que alguém faça adesivos como esse aqui embaixo e distibua-os ou venda-os por aí (encomendo alguns!). E lembre-se, a solução não é parar de ler a revista, e sim conscientizar as pessoas a lê-la com outros olhos!!



- Postado por: Júnior às 13h06
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Frase do dia

"Por querer mais do que a vida, sou a sombra do que eu sou e ao fim não toquei em nada do que em mim tocou." Manuel Cruz


- Postado por: Júnior às 08h28
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Notícias bizarras

Salva de tiros em casamento derruba avião na Sérvia

Americano bate o recorde mundial de masturbação

Casal com deficiência usava filho de apenas sete anos para aplicar golpes - o mais bizarro aqui é que "os policiais conferiram os documentos de marido e mulher [que são surdo-mudos] e deram voz de prisão aos dois"

Nudez ao telefone é mais comum entre os homens, diz estudo

Maior usuário de ecstasy 'tomou 40 mil pílulas'

Mulheres se queixam de Síndrome de Excitação Sexual Contínua

Plagiado do Kibe Loco e do surra.



- Postado por: Júnior às 10h18
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Músicas do mês

Bom, com um pouquinho de atraso, seguem aí as duas músicas mais escutadas e desejadas no mês de março por este que vos escreve:

The Magic Numbers - "Long Legs"

The Strokes - "Razorblade"

Recomendo!



- Postado por: Júnior às 12h06
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Diga sim ao tesão!



- Postado por: Júnior às 22h39
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




O Brasil foi pro espaço

"Papagaiada brasileira no espaço

Ouvindo-se o que tem a dizer o físico Ênio Candoti, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, conclui-se o seguinte: a viagem do astronauta brasileiro ao espaço foi uma rematada bobagem.

Diz ele: o Brasil gastou mais de 10 milhões de dólares para mandar Marcos César Pontes ao espaço com objetivos de propaganda; essa grana representa 10% de todo o orçamento da pesquisa científica no Brasil; as experiências que ele fará já foram feitas por europeus e americanos e os resultados estão à disposição de eventuais interessados; o país precisa de satélites de comunicação e não os compra ou faz por falta de dinheiro; ainda não conseguimos construir um veículo confiável de lançamento de satélites e estamos investindo em tripulação.

Disse mais o respeitado professor Candoti, mas o que se registra acima parece suficiente para demonstrar o pendor brasileiro para a papagaiada.

Publicado por Xico Vargas
"

Enquanto isso... Precisa de mais algum comentário?



- Postado por: Júnior às 08h58
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




O pior do Brasil é...

75% dos brasileiros admitem que seriam capazes de cometer irregularidades em cargos públicos

Pois é, pois é...



- Postado por: Júnior às 16h57
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Escrevendo certo por linhas tortas

Até um tempo atrás eu não gostava de ver em fóruns ou no Orkut ou em qualquer lugar aquelas formas alternativas de escrita (tipo "vo6 saum du caralhu"). Achava aquilo um atentado à língua portuguesa, uma demonstração intencional de ignorância, etc, etc, etc. Pois bem, depois de pensar um pouco mais demoradamente no assunto, eu confesso: estava errado.

Sair falando mal desse tipo de comportamento é puro preconceito. Explico: quem, dentre os nobres leitores deste humilde blog, fala um português 100% correto? Nós, os gaúchos, por exemplo, adoramos falar o "tu" mas usar o verbo na terceira pessoa do singular (tu sabe?) e amamos cortar alguns "s" do final das palavra. "Ah, mas a fala é uma coisa, a escrita é outra." Não. Não é. Vai dizer que nunca ouviu alguém falar alguma coisa errada (tipo "tem bem menas gente aqui hoje") e ficou pensando "hum, que mangolão"? Os erros ocorrem tanto para a escrita quanto para a fala, e o preconceito é o mesmo. E esse preconceito está muito calcado no status.

Max Weber chamou a atenção de que não é só o capital que forma uma elite; é preciso também haver status (prestígio social), que se consegue através de uma série de estratégias, dentre elas o uso de comportamentos próprios e do preconceitos quanto a qualquer outro comportamento. Pois bem, e o escrever/falar certo é um desses comportamentos. Se eu escrevo/falo certo eu me coloco em um nível acima daqueles que não o fazem. Mas vamos pensar bem: uma pessoa que erra uma palavra, seja escrita ou falada, não tem A MENOR CHANCE de ser tão capaz de expôr suas idéias quanto outra que não erre? Qual é a relação entre as duas coisas, a não ser a manutenção de um prestígio social?

Essa escrita estilizada que existe por aí hoje em dia nada mais é do que a expressão de uma geração. Se essa geração está equivocada em seus princípios, isso não tem nada a ver com o fato dela escrever desse jeito - isso porque qualquer geração tem suas gírias próprias, o que é até mesmo fonte de identificação de grupos sociais diferentes. Achar que alguém que escreve de um jeito xis não consegue estabelecer uma argumentação lógica é cair no puro preconceito. Não estou aqui dizendo que TODOS os que escrevem assim o fazem sabendo como a mesma frase ficaria com um português correto, ou que TODOS são ótimos na retórica. Apenas que essa forma de escrita pode ser uma opção - ninguém nunca escreveu num e-mail alguma abreviatura, por exemplo?



- Postado por: Júnior às 09h05
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




O melhor reality show do mundo

Sobe para oito o número de mortos em programa de TV no Uruguai

"Cerca de 20 pessoas foram esmagadas por uma locomotiva a vapor e dois vagões que eram empurrados por moradores de uma comunidade a fim de superar uma prova do programa "Desafio ao Coração", cuja premiação é destinada a instituições de caridade. (...) Dez minutos antes da hora determinada para o início da tarefa, e em meio a uma forte chuva, alguém gritou que era a hora de começar. A maioria passou a puxar as cordas, e a locomotiva começou a avançar a uma velocidade superior à prevista. Algumas pessoas, entre as quais crianças e mulheres, deslizaram para baixo da locomotiva."

Observação: quem foi o filadaputa que gritou que era hora de começar? E mais: segundo esse site, cerca de 3000 crianças testemunharam o ocorrido e várias vítimas perderam braços e pernas.



- Postado por: Júnior às 12h44
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Os brancos querem um mundo branco

Sábado à noite eu fiz uma coisa que eu não costumo fazer muito - saí e acabei discutindo assuntos polêmicos. Não gosto de conversar sobre coisas controversas - prefiro escrevê-las aqui (hehe) - mas sábado não deu pra segurar. O assunto foi racismo.

A conversa dos que estavam na mesa do Bar do Beto - de TODOS os que se manifestaram, exceto eu e mais uma pessoa - começou com uma defesa da atitude do jogador do Juventude, o Antônio Carlos, passou por uma conseqüente defesa de comportamentos racistas e terminou com a velha afirmação de que a culpa pela situação atual de pobreza da grande parte dos negros ser dos próprios negros, sem nenhuma relação com a escravidão.

Eu me nego a escrever aqui argumentos para rebater os do parágrafo acima - já cansei a minha beleza discursando no sábado. Só quero deixar claro o quanto as pessoas que eu conheço são racistas e/ou preconceituosas. Todo mundo é, mas a maioria não faz a menor questão de tentar se educar para melhorar. E eu faço questão de dizer "pessoas que eu conheço" e não "sociedade" porque o segundo termo nos dá uma sensação de não-pertencimento, do tipo "a sociedade está errada", como se ela fosse uma entidade abstrata formada por pessoas de fora do meu círculo social. A conversa de sábado me lembrou outra, de uns cinco ou seis anos atrás - aliás, se me lembro bem, essa havia sido a última vez em que eu discuti um assunto polêmico -, quando eu e mais três colegas estávamos ao redor de uma mesa. Um dele fez a enquete "você preferiria ter um filho ladrão ou homossexual?", a qual SÓ EU respondi "homossexual". Eu não sou homossexual nem negro, mas PORRA, e daí? Eu também não sou descendente de oriental mas não os considero piores por causa disso.

Em suma, não é a "sociedade" que é preconceituosa ou racista ou elitista. Somos nós mesmos. Pode parecer óbvio, mas somos nós que formamos essa sociedade. E se nós não mudarmos nossas mentes e atitudes, nada vai mudar. E, infelizmente, está cada vez mais difícil algo mudar. E um dos motivos é que em cada fim de semana, em cada mesa de bar, o preconceito é passado adiante.



- Postado por: Júnior às 08h41
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Cognatas

Sugestão de um site muito legal, que contém trechos de músicas estrangeiras que parecem ser cantadas em português. Muito engraçado! E ainda dá pra enviar suas sugestões. Essa internet...

- Postado por: Júnior às 23h13
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Stupid News

Jovem leva tiro certeiro na bunda no São Francisco

Ereção permanente livra homem da cadeia (em inglês)

Rússia libera motoristas de multas no Dia da Mulher

Jon Bon Jovi tem ciúmes de Axl Rose

Papa Bento XVI ganha iPod



- Postado por: Júnior às 11h33
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Dia Internacional da Mulher

Hoje no centro eu vi uma mulher receber uma flor e um "Feliz Dia da Mulher". No seu rosto eu podia contemplar uma expressão de contentamento que a preenchia por completo. Naquele momento, ela se orgulhava de ser mulher. Se orgulhava de ter um dia para ela. Mas, infelizmente, também aceitava o fato de os homens terem os outros 364 dias para ele.

Existem vários meios simbólicos (o que Chartier chamaria de representação) para um grupo manter o domínio sobre o outro. E é de longa data que os homens mandam e desmandam no mundo, em detrimento às mulheres. Pois é, mesmo com as mulheres ocupando um espaço até então inédito, as representações da superioridade masculina permanecem - e com elas, o sentimento masculino de superioridade e o feminino de inferioridade. E tudo se condensa na invenção do Dia Internacional da Mulher, que engana a maioria das mulheres, que se contentam com isso.

Uma das coisas mais úteis que as feministas poderiam fazer pelas mulheres era lutar para que o Dia Internacional das Mulheres fosse abolido, ao invés de comemorá-lo com flores. Isso porque esse dia representa uma licença dos homens para com as mulheres: "olha só, nós vamos comemorar um dia por ano a mulher, e daí vocês ficam quietas no canto de vocês, tá?". Basta pensar em todas as datas comemorativas que existem por aí: Dia do Índio, Dia do Negro, Dia do Orgulho Gay... Todos dias de minorias. Por que não temos um Dia Internacional do Homem Branco Heterossexual? Porque não precisa, todo dia é dia dele. O melhor jeito de acabarmos com os preconceitos é acabando com os seus símbolos. Desculpa quem não concorda, mas esse Dia da Mulher é tão simbólico quanto o ato de, no Japão, o homem andar na frente da mulher.



- Postado por: Júnior às 17h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




FdP!

O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, tem uma recomendação aos italianos que tentam sair da pobreza: façam como eu e ganhem mais dinheiro.

Que genial! Apesar de não ser italiano vou começar hoje mesmo a seguir este conselho! Obrigado, Berlusconi!



- Postado por: Júnior às 12h06
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________